15/05/2024

As equipes técnicas da Sulgás iniciaram nesta terça-feira, 14, as ações previstas no  plano de inspeção de estações de medição de gás natural de clientes em áreas atingidas pelas cheias no Estado. Há 515 estações no mapa das vistorias. Destas, mais de já 40 passaram por análise no primeiro dia em áreas de São Leopoldo, Canoas e Porto Alegre - regiões que são o foco da ação neste primeiro momento.

De acordo com o coordenador de Medições da Sulgás, Douglas Becker, é realizada a inspeção completa na estação de entrega, que envolve medidor, regulador de pressão e o próprio abrigo onde ficam instalados os equipamentos. “A gente vai identificar se houve efetivamente alguma ação da água, se ficou submersa, e quais componentes que ficaram expostos. Caso apresentem algum problema de funcionamento ou estejam suscetíveis a problemas futuros, será realizada a manutenção da estação”. O engenheiro ainda explica que possíveis danos, quando ocorrem, geralmente afetam componentes eletrônicos e outros acessórios. Já a entrada de água no sistema de gás é pouco provável pelo fato da estação estar pressurizada.

Desde o início das enchentes no Estado, a Sulgás, tem mantido o fornecimento ininterrupto de gás natural. Ao mesmo tempo, as equipes técnicas estão de prontidão, monitorando em tempo real as áreas onde estão as redes de gás natural. Por medida de segurança, foram realizadas suspensões pontuais do fornecimento de gás para apenas 2% dos clientes da companhia.

Sulgás em Gramado e Canela

Conheça as vantagens do Gás Natural