12/01/2022

A partir de 13 de janeiro de 2022, entram em vigor as novas tabelas do gás natural para todos os clientes da Sulgás. O reajuste foi autorizado pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs), em conformidade com o contrato de concessão, que prevê o repasse integral ao mercado do custo de aquisição de gás. Os aumentos variam entre 10,7% a 31,6%, dependendo do segmento atendido, e refletem apenas a reposição do custo da molécula, sem nenhum ganho para a distribuidora. No caso do GNV, o aumento na tarifa será de R$ 0,6644 por metro cúbico, sem considerar impostos.

O último reajuste de tarifas da Sulgás foi realizado em agosto de 2021, também considerando apenas o repasse dos custos de aquisição do gás.

O reajuste a ser aplicado neste mês de janeiro decorre dos altos preços do petróleo e gás no mercado internacional, da variação cambial e das novas condições comerciais apresentadas no fim de 2021 pela Petrobras, a ser aplicado sobre a molécula de gás natural para os novos contratos de suprimento firmados pelas distribuidoras de diversas regiões do país.

A Sulgás reitera seu compromisso de obter preços mais competitivos no mercado. A Companhia, em conjunto com as outras empresas do setor, tem envidado esforços para buscar opções de novos supridores por meio da realização de chamadas públicas, contudo, a Petrobras segue como único agente ofertante com portfólio suficiente para atender as distribuidoras de gás canalizado.